quinta-feira, março 08, 2007

Ai que bom que e ser gaija

E porque hoje e dia Internacional da Mulher
E porque ha um ano atras ja tinha dito isto
E porque, apesar de alguem me ter dito a seguir a esse post, que eu era muito negativa, ainda hoje subscrevo tudo aquilo que disse.
E porque esse post fica muito melhor com a musica que a radio comercial lhe associou...




Gostava de ter a energia e capacidade para escrever algo mais especial, mas hoje nao posso. E esse nao poder faz parte de ser mulher. Faz parte de chegar a casa e preparar o almoco do dia seguinte ao mesmo tempo que faco o jantar. De pendurar a roupa ao mesmo tempo que faco seared duck. De por a mesa ao mesmo tempo que faco esparregado. De ouvir o dia a dia do meu gaijo, e de no fim disso tudo nao ter energira pra contar o meu....E de estar mentalmente a planear o trabalho do dia seguinte enquanto se faz isto tudo, porque a cabeca duma mulher nao para, porque esta em processamento continuo...

Porque ser gaija e mesmo isso.

E as vezes ter energia pra levar o Mundo a frente, e noutros dias ter vontade de me enfiar num quarto com as minhas gatas e nao sair de la.

Ser gaija e por vezes enfiar um par de sapatos que ate nao sao nada de especiais e sabe-se la porque, sair de casa com porte de rainha e vontade de conquistar o Mundo, enquanto que noutros dias nao ha vestido de gala, nem cabeleireiro, nem Manolos que nos facam sentir LINDA, LINDA de morrer, porque nesses dias se sente sempre a mais sumitica das sumiticas.

E sair de casa pra ir comprar manteiga e chegar a casa com a manteiga e mais tres pares de sapatos e ja nem se sabe bem porque e que se entrou na sapataria....

E e tambem andar a procura dum par de sapatos com uma especificao qualquer, e quem diz sapatos diz um fato ou coisa que o valha, e bater a cidade toda chegando a casa empty handed

E ser capaz de dizer a tudo e a todos pela enesima vez, como se fazem as coisas, e sentir a certain accomplishment quando eles finalmente entendem e fazem as coisas correctas

E as vezes ter vontade de lhes bater porque nao ha pachorra em certos dias pra repetir mil vezes a mesma coisa....

E querer chocolate, mas tambem queijo, mas porque nao feijoada, mas umas tripinhas ate?

E querer correr uma maratona, ou talvez escrever um livro, visitar aquele pais, fazer aquele curso, ou sera melhor ir aprender aquela lingua?

E ter sempre mil planos a cozinhar em lume brado ao mesmo tempo....

E fazer de conta que me esqueco de uma coisa, quando de facto nao esqueci, apenas dei uma pausa ao inimigo, porque tenho memoria de elefante

E dizer ao nosso gaijo, em alturas de partir a louca, que ele no dia X as horas Y quando vestia a roupa XPTO, teve a ousadia de dizer ABC, e ele ficar a olhar pra nos com cara de troglodita porque o desgracadao nao se lembra nem do que fez hoje, quanto mais o que disse no dia X...

E passar a vida a tentar nao ser lider, pra dar a impressao a uma serie de cambada do sexo oposto que eles e que tiveram a ideia, quando eles ainda nao tinham nascido, e a gente ja ca planeava a dita ideia ha tanto, mas tanto tempo

E ligar a uma amiga quando se ve algo de bestial

E ligar a uma amiga as duas da manha porque se esta a chorar compulsivamente e nem se sabe bem porque

E ouvir a amiga quando ela liga nas mesmas circunstancias

E chorar quando se ve uma crianca

E chorar de raiva quando nao se pode reverter uma situacao

E chorar de impotencia

E dancar sozinha em casa enquanto se aspira ou passa a ferro, e sentir-se melhor do que se tivesse passado uma noite nos copos

Uns dias cordar e achar-se perfeita, outros dias achar que se tem o maior cu do Mundo

Enfim, e acordar e passar meia hora a pensar que roupa levar pra combinar com aquele par de sapatos, ou entao passar vinte minutos a meditar sobre o casaco rosa ou o vermelho, como se alguem reparasse....

Ser gaija e isto mesmo. Um dia ser tudo, outro dia nao ser nada. E no dia seguinte acordar e ja ser tudo outra vez, esquecendo-se que no dia anterior o sentimento era bem outro....E uma oscilacao entre Diva e microbio. O que pra nos gaijas, faz todo o sentido...

notinha - E neste dia, valha-nos que passou a lei do aborto. Mais um passo pra melhora a vida de algumas mulheres por esse pais fora.

8 comentários:

Cara D'Anjo Mau disse...

Mulher valente.

Cool Mum disse...

O que p'raí vai...
Ao menos desabafaste. E de certeza que há bocados de nós, outras gaijas (por mim falo) no teu desabafo.
A big cool kiss.

chiqui disse...

LINDO CK!!!

Fantastico post.

Ser gaija e muito bom...

Florença disse...

Eu tb não trocava as minhas mamas por nenhuma testosterona ;) Belo post. Eu tb fiz um mas, claro, não tem nada a ver :D

Sorrisos da minha Alma disse...

Ser gaja é ter tido uma noite fantasticaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
lolll
Beijos aluados hoje heheheh

calamity jane disse...

Algo mais especial? Ainda mais??? Melher, deixaste-me com pele de galinha; é que ser gaija, também é ficarmos arrepiadas quando nos sentimos tão, mas tão identificadas, tão iguais, tão irmãs! Gosto ti, pá. Sister.

C_mim disse...

Cá gaja mais complicada... ;)

beijinhos

Mamã P. disse...

Disseste tudo!! Tiraste-me, literlamente, as palavras da boca!!