quarta-feira, outubro 24, 2007

O estado do pais em que nasci

Confesso que ultimamente nao consigo considerer Portugal o meu pais. E apenas o pais em que nasci. E eu bem que tento, mas a coisa ta difícil.

- Este fim de semana fui ao edifício Aviz ver sapatos de casamento, e depareim-me com uma série de sapatarias que vendem sapatos a €300 +. Antigamente a Gentil era a sapataria mais cara do Porto, mas hoje em dia já não e. E as tais sapatarias carregadas de Gucci e afins estavam de facto cheias.

- Nos pinhais da foz constroem-se casas que vão ao mercado por cerca de €2m. Estamos a falar do Porto e não de Lisboa. E estas casa vendem-se. O que não se vendem são as casa baratas

- O relatório da OCDE diz que as desigualdades em Portugal estão cada vez maiores. A Classe media desapareceu. Mas o problema e que qualquer comparacao com a América Latina e, a meu ver estúpida. Porque na América latinaha imensas oportunidades. Em Portugal não há nada. E há cada vez menos

- Parece-me que li outro dia que há gente que vive com menos de €360 por mês. E trabalha! Agora comparem la isso com um parzito de sapatos Gucci….

- Os números do desemprego são altíssimos. Ai que giro. Eu não acredito sequer nesses números. Estou certa que serão mais altos ainda, porque qualquer estatística que venha do estado, confesso que me causa espécie. E a quantidade de pessoal que não esta desempregada mas anda prai a recibos verdes há mais de não sei quantos anos? Como e?

- A questão com o BCP e uma vergonha. Aqui, nem pai nem filho estariam mais ligados ao Banco. Não interessa praqui se o gaijo e fundador ou o diabo a quatro. Não tem moral ( sim digo bem , e da Opus dei, que toda a gente sabe, e não tem porra de moral nenhuma) para estar a frente dum banco daqueles seja em posicao de destaque ou em posicao de sombra

- Há cada vez mais Portugueses la fora. Mas ficar ai pra que, pergunto eu? Alguém me explica?

E como se isso tudo não bastasse, outro dia os cretinos do aeroporto que se acham mais papistas que o Papa, resolvem deitar fora o meu liquido de lentes que tem 120 ml. Oh meus cabroes duma merda, vocês, tadinhos ai no aeroporto do Porto, vão-me deitar fora o liquido? Vocês e que são importantes. Se em Londres onde a regra tb e dos 100 ml e em NY onde e mais 90ml, ninguém mos deita fora, vão vocês deita-los? Não sabem que não se fazem embalagens mais pequenas? Se em Heathrow (lembrem-se, foi pró causa de um atentado a Heathrow que se criaram estas regras), dizia eu, se la passa, então não passa no tupiniquim de baixo que e o Porto? Por isso, senhor que estava la a verificar os líquidos, por isso e que o mandei a merda. A Merda. Com todas as letras. Porque me tinha morrido o avo, pelo que aconteceu com a Felismina, e pelo estado merdosos e desastroso, pela vergonha em que esta o pais em que nasci.


E quando o outro gaijo me resolveu dizer que a marmelada da Anabeu (que eu jamais carregaria marmelada pra mim própria, mando estas merdas todas por correio), dizia eu, quando ele me disse que não podia passar, depois da senhora da Tap me dizer que podia, eu la lhe disse, depois de ter mandado o outro a Merda, la disse a este que se fosse lixar e que metesse a marmelada onde quizesse que eu me estava a marimbar.

E por estas e por outras, e agora bem a sério, fiquei muito triste com o que vi em Portugal desta vez. Mesmo muito triste. Não me parece que seja um pais com qualquer saída possível.

Será que e de mim?

12 comentários:

Mãe Frenética disse...

Aqui ha uns tempos assiti a uma cena semelhante, mas o creme em questão devia ser tipo créme de la Mer e tinha custado 500 euros à mulher. Ia-lhe dando um fanico...

Portugal esta mal, pois esta, tu sabes q eu propria critico imenso o meu país.
Eu nunca compraria uns sapatos de 300, 400 ou 500 euros. Logo sapatos. Mas a verdade é q cada um da valor ao q quer. Se calhar essa gente tb nao gasta 25 euros em bifes do lombo e eu gasto.

Portugal é o pais da comunidade europeia com maior separação entre os ricos e os pobres. Isto pq a classe media esta a fugir daqui. 15 a 20% dos meus colegas estao a trabalhar fora.

Mas escandalos como o do BCP ha mtos por esse mundo fora, CK. Ve o caso da Enron, q foi mto mais grave pq levou pessoas à miseria.

E tb temos coisas boas, como a marmelada na Anabeu.
nada é perfeito. Nada. Mas a mim custava-me mto sair deste pais...

Florença disse...

Miúda, se todos abandonássemos o barco, então é que isto ia mesmo pelo cano. Eu concordo que a vida económica está uma merda mas continuamos a ser uma país de riquezas inigualáveis. E quem diz a malmelada da Anebeu, diz o peixinho ali em Setúbal, ou o conforto de ter a família / amigos por perto, ou mesmo beber uma ginjinha com elas ali para os lados do Coliseu. É tudo uma questão de opções. Eu amo este país. Sou uma nacionalista filha da mãe ;)

125_azul disse...

Eu, que sempre morei fora, mal me acostumo a morar "dentro". Está uma belíssima bosta, sim senhora. Não vejo que volta se possa dar, nem alternativas a curto-médio prazo.
Mas hoje o Benfica joga com o Celtic e, se correr bem, a crise fica adiada por mais uns tempitos.
Beijinhos

bichinha disse...

isto está muito, muito mal. cada vez mais na linha da america do sul.

chiqui disse...

Sabes...ao fim de uns meses aqui, quero muito acreditar que vou voltar em breve. Mas quando dela venho, penso sempre "quando me reformar. talvez..."
bjos. belo post menina :)

carol disse...

Sinto exactamente o mesmo!!! Infelizmente, não tenho vontade nenhuma de regressar a Portugal... talvez na reforma...:S
Take care**

Melões Melodia disse...

Pois eu sinto vontade de regressar algum dia. E portugal continua a ser um dos paises mais seguros do mundo apesar das noticias locais nos quererem provar o contrario.
OK ha todos os desequilibrios que falas e que crescem e e preocupante, mas se os portugueses em vez de se estar constantemente a queixar fizessem alguma coisinha...
Um pais de preguicosos e pessimistas e o que somos... mas muito boa gente
beijos

NSC disse...

Sinceramente o que eu acho é que ainda há mais situações do que as que a CK referiu no post...

Estou cada vez mais desiludido com este país e como empresário do mesmo cada vez mais desiludido com as poucas oportunidades que me dão para fazer crescer a minha empresa e torná-la mais competitiva e exigente. Falo da economia real e não dos números. Sinto essa economia real diariamente com as pessoas com quem lido. Quem trabalha na minha empresa, quem é meu fornecedor, cliente, etc. Há 5 anos que toda a gente houve falar que este ano é que vai ser. Mas não é.
Não me interessa sinceramente que se venham pavonear com taxas de crescimento do produto a 1%. Isso é para político ouvir.

Em relação ao desemprego, não posso deixar de concordar com a CK. E estás a falar de pessoal qualificado. Só na construção civil estima-se que estejam em Espanha 120 mil portugueses a trabalhar... Posso garantir que se cá estivessem estavam desempregados...

Apesar do Benfica ter ganho ontem, o país hoje continua na mesma...

AEnima disse...

Olha cilinha... nao es so tu. Eu tenho sentimentos muito confusos em relacao a Portugal. Por um lado e' onde esta a minha familia e os meus melhores amigos do coracao. Por outro vejo a minha familia fodida pelos impostos e os meus amigos fodidos a trabalharem feitos escravos por mil euros por mes.

Agora que estou no mercado de trabalho, vejo que, pela europa fora so raros paises pagam decentemente (Corporate - porque os academicos em geral passam fome!) mas tambem viver em paris ou londres e' um balurdio. Mas a verdade e' que nao eh muito mais balurdio que Lisboa, onde nao se ganha nada e se aturam nas empresas as tipicas caracteristicas de pais em vias de desenvolvimento - a burocracia, o "quero la saber que nao me pagam para isto", etc etc. Isto chateia-me horrores em Portugal... e o transito, e a falta de civismo, e inflexibilidade na actividade economica em geral (nem o par de sapatos gucci se pode devolver: nao se recebe o $ de volta, so o credito de loja, se e so se houver defeito ou justificacao forte e se e so se estiver dentro do prazo limite de devolucoes de 2 semanas - acredita, nao pude TROCAR POR OUTRA - nem sequer pedi para devolver, so para trocar - uma carteira de 300e que me deram no aniversario (maio), com recido para troca se nao gotasse, e eu so abri o presente em julho quando fui a portugal e tinha recebido uma igualzinha da minha mae!. Mostrei as duas, nao deixaram trocar por outra sequer! Assim da la alguam vontade de comprar o que quer que seja em Portugal?)
A minha melhor opcao, infelizmente, e' ficar nos US... por muito que nao queira.


Quanto ao liquido das lentes, o maximo que ja vi fazerem por estes aeroportos e' verterem o liquido para um contentor so com os tais ml da ordem e deitarem o pouco restante fora. E mesmo assim, so em casos muito dubios MESMO.. porque frasquinhos pequeninos dessas coisas nao costumo ver eles deitarem fora... so mesmo aos inteligentes que continuam a levar para bordo frascos de 1 litro de elixir.

Sabes, quanto mais pequenos, mais rigidas as regras, para se poderem armar ao cagalhao. Columbia, por exemplo, tem um aeroporto pequeno e metropolitano.. pois aqui quase despem toda a malta que embarca... MESMO Cila... eh que nem em NY, nem em Atlanta (o com maior movimento) chegam a estes requintes de me fazerem tirar a roupa toda ate mostrar o piercing do umbigo que apita. Geralmente passam a maquineta, eu digo que aquilo eh um piercing, e nao chateiam. Uma vez em Columbia estava a usar um daqueles body de lingerie que apertam na pachacha... foi pouco embaracante, foi...

Porra... estiquei-me, desculpa... mas tambem aproveitei para desabafar um bocado esta frustracao crescente com o estado na Nacao.

DMNY disse...

não e' de ti, não. vai de mal a pior. deixemo-nos ficar por fora...
ps: e a tua historia para o GAP?

looking4good disse...

Caro amigo este país ainda tem saídas. As dos aeroportos .. apesar de ficar sem o líquido das lentes... Agora a sério, de facto há muita coisa a mudar. Infelizmente há coisas que mudam e para pior. Agora já nem podemos beber a ginjinha nem comer a mmarmelada caseira num estabelecimento comercial credível porque é proibido. Só coisas industriais, padronizadas... enfim lá nos apuramos a custo para a fase final do Europeu... já não foi mau

looking4good disse...

POis é chamei-lhe caro amigo... não foi por mal... afinal só agora é que vi que é uma mulher do Norte ...carago! Vamos lá Porto mostrar a esses gajos do Liverpool como se joga...