quarta-feira, agosto 13, 2008

O meu gaijo ate nem e tao mau como isso, (ou se arrependimento matasse, ja tava aqui caidinha)

Pois.

Enquanto eu ando a postar cenas a dizer mal do gaijo, anda ele a ver joias. E eu a queixar-me.
Nao comprou nada, porque nao o sabe fazer sozinho, mas eu tambem nao tenho vontade pra ir com ele procurar - estas coisas as vezes, da-me um ataque de racionalidade (sim, ser gaija e fodido).

E se nao bastasse, ainda me fez o jantar ontem. (mental note to self, comecar a sair sempre tarde do emprego e ligar pra casa a dizer que estou atrasada mas que se ele quiser, pode ir adiantando o jantar, tudo isto com voaz de dengosa da merda).

3 comentários:

espumante disse...

Começo a gerar um genuino sentimento de solidariedade pelo teu marido.
Isto de ser gajo é...isso mesmo. Não basta estarmos já preparados para nos percebermnos a nós próprios (vem, com o género, full package) ainda temos de ter presente que quando casamos, arrematamos o mais complicado artigo do leilão do Divino. Uns de nós conseguem sobreviver, outros nem por isso. Mas esforçamo-nos imenso.
:))
A gente não se conhece mas nem imaginas o que me tenho divertido com o teu casamento :)))
Áqui fica a sincera expressão do meu reconhecomento pelo teu sentido de humor. E agora... vá. Experimenta pedir ao teu marido para dizer isto tudo que eu acabei de dizer, em português!
:)

Diabba disse...

Não tens vergonha de teres andado a falar sem teres verificado antes estes factos??

Francamente, grrrr, anda uma diabba a gastar imaginação pra isto... grunfff

Vou-te rogar a queda dos dois dentes da frente!

enxofre

aiaminhavida disse...

Credo! Se a praga da diabba pega nem quero imaginar... mas adiante. O JP ofereceu-me, nestes 6 anos de aniversários juntos, o seguinte: 1º ano- nada, 2º ano- casaco de malha e cachecol apropriado pra minha avó, 3º ano- nada (pq tinha lamentado o modelito do casaco do ano anterior, 4º ano- um par de jarras (no verdadeiro sentido da palavra), 5º ano - uma máquina de café Nespresso (pra ele), 6º ano- ? (vamos ver,ou nada ou se calhar vai-me oferecer um fato de mergulho, pra comemorar o meu tímpano furado ...Como podes constatar o teu marido é um anjo, minha linda.
Aproveita-o bem e se fosse a ti, ajudava-o com essa coisa das jóias. Sempre é melhor do que gastar o dinheiro numa compra pra mamã e ficares tu a ver Braga por um canudo...
beijocas