quarta-feira, outubro 31, 2007

Se por acaso....

...Alguem ouvir nos noticiarios que uma Portuguesa em Londres teve um ataque e matou uma serie de gente a facada, ao tiro, a naifada, e que no fim da carnificina disse, "ai carago, puta que pariu isto tudo, car****, que alivio", entao ficam ja a saber que fui eu. Euzinha. Acuso-me ja.

E que nao aguento mais esta porra. E telefone que nao para, mails que nao param de saltar a chegada da inbox, chat systems that keep on popping up with messages, e gente que nao para de me foder o juizo.

Ora bem, eu nao sou maezinha de ninguem. Eu nao tenho obrigacao de resolver os problemas, nem sou pau pra todo o bico (ai porra, que esta ate soa um tanto ou quanto mal e juro que ate nem era essa a minha intencao). E como eu nao sou mae de filhos, agradecia que me deixassem de prejudicar o juizo e que me deixassem trabalhar.

Eu bem tinha razao quando escrevi este post ha uns tempos atras.... Mudaram-me de lugar e continuamos na mesma. Acho que vou deixar uma mensagem no meu voicemail, e por umas plaquinhas aqui perto do meu lugar:

DEIXEM A TUGINHA EM PAZ QUE ELA E VIOLENTA E TEM UM PUTO DUM MAU FEITIO!

4 comentários:

Actriz Principal disse...

Querida, a expressão que tu querias usar é "pau para toda a obra". Daí soar-te mal...
Beijo

Mãe Frenética disse...

Olha outra... eu hoje estou aqui estou a bater com a porta!!

Melões Melodia disse...

Nem me fales, hoje mato que me aparecer a frente!

125_azul disse...

Estou nesse clube, semana filha da mãe! E acho que és uma menina muito fina e requintada, jamais me lembraria de usar a expressão "parem de me PREJUDICAR o juízo". LINDO!
Beijinhos, bom Ólouim!!!